Trip

As mansões Oetker

Grupo hoteleiro alemão investe em portfólio de propriedades particulares britânicas para experiências únicas no campo.

22 Set 2018 09:44

O colar de pérolas da Oetker Collection, como são conhecidos os hoteis do grupo alemão – dono, no Brasil, do Palácio Tangará, em São Paulo – ganhou nova companhia na caixa de joias da empresa. A partir de outubro, a companhia passa a oferecer um portfólio seletíssimo de propriedades particulares no Reino Unido para locação, a fim de atrair grupos de hóspedes que buscam experiências ultra exclusivas.
A novidade chama-se Masterpiece Estates by Oetker Collection, com propriedades no interior da Inglaterra e Escócia, todas com serviços de anfitrião e hospedagem completa. São locações históricas e com menu de experiências ao hóspede de fazer sonhar até o mais experiente dos viajantes.

 

O comitê de boas-vindas em Goodwood Hunt

 

Em Goodwood Hunt (acima e na abertura do post), por exemplo, uma antiga casa de caça e canil de foxhouds no interior da Inglaterra, de 10 quartos, foi totalmente reformada e ganhou lazer com piscina coberta, sauna seca e a vapor, banheira de hidromassagem, 36 estações de ginástica, estúdio de dança com uma variedade de aulas e quadras de tênis iluminadas. O melhor? Os cães da propriedade ainda estão por lá para uma calorosa boas-vindas aos hóspedes.

 

Mais próximo de Londres, a Farleigh Wallop House (acima) é ideal para eventos de empresas e casamentos, com 4.000 hectares de bosques, campo de criquete, terraço com piscina e interior decorado com muito luxo e conforto. O anfitrião da casa – que pertence à mesma família desde o século XV – sugere os passeios, como uma ida a Winchester, onde Jane Austen viveu.

 

SUP em Loch Affric, na Escócia

 

Outro destaque é a Glen Affric Estate (acima), um lodge vitoriano nas Highlands escocesas, às margens do lago Loch Affric e cercado por 10.000 hectares de deserto! Passeios de mountain bike pelas colinas para apreciar vistas deslumbrantes e atividades aquáticas como caiaque, SUP e windsurf estão entre as atividades propostas. Fora degustações do whisky e gin locais, o que, por si só, já valeria a viagem.

 

 

Veja mais