Trip

Hotel Maitei

Um acolhedor refúgio de praia na Bahia é o mais novo vencedor do prêmio de Excelência da Condé Nast Johansens 2019.

9 Nov 2018 10:00

Quando se pensa em premiação para o turismo de luxo (ou de alto padrão, upscale, exclusivo, como queira), aquele promovido anualmente pela Condé Nast Johansens é uma espécie de Oscar da coisa. Uma combinação da opinião dos hóspedes com a visita de experts da própria organização, in loco, que resulta em um dos títulos mais respeitados do mundo. Pois é exatamente este prêmio que acaba de consagrar uma pequena joia no litoral baiano: o hotel Maitei.

 

Entrada do Hotel Maitei, em Arrial d’Ajuda

 

Em Arraial d’Ajuda, próximo da badalada Trancoso, este pequeno hotel de 17 quartos no alto de uma falésia é uma surpresa daquelas inesquecíveis para quem busca um tipo de hospedagem confortável, agradável – luxuosa porquê não, mas sem afetação. É o chamado cool luxury com sotaque da Bahia.
Sua inauguração aconteceu em 2005, pelo casal Luciano e Érika, ele arquiteto, ela empresária. A ideia era tornar o local uma espécie de showroom dos projetos dele, recebendo amigos e clientes com casas em construção na região. Isso explica muito da ótima qualidade da arquitetura, com materiais e acabamentos de primeira linha e espaços comuns decorados com bom gosto, com muita madeira, pedra e obras de arte de talentos locais. Não houve economia neste quesito, algo que se traduz em uma sensação de bem-estar em qualquer ambiente.
No entanto, o hotel ganhou projeção e se tornou um bom negócio. São 17 quartos, todos amplos e bem localizados. com terraços compartilhados. A ideia de interiores é a simplicidade confortável, com amenities de qualidade by L’Occitane e estrutura funcional – tevê, chuveiro, ar condicionado – nova, além da banheira na suíte. O hotel aceita crianças a partir dos 12 anos e, por isso, algumas unidades contam com camas extras de solteiro. Nos ambientes comuns, o lobby-salão serve tanto para fazer o check-in quanto para se pedir um café no balcão do bar. É no espaço também onde se é servido o café da manhã e as demais refeições.

 

 

 

Neste quesito, vale o aparte. O menu foi elaborado por uma banqueteira local, Fernanda Possa, com operação do dia-a-dia nas mãos de Rafa Oliveira. Os ingredientes da região são o foco, com farta opção de peixes e frutos do mar (tentáculo de polvo, bacalhau com batata ao murro, risoto de camarão, moqueca…), claro, mas há bons pratos de carré de cordeiro ou arroz de pato. Tudo muito fresco, inclusive as frutas servidas pela manhã. Sucos surpresa são oferecidos todos os dias assim que se senta para o café. Detox, suco verde, açaí e outras opções que, junto da vista do mar, colaboram muito para aumentar ainda mais o bom humor matinal.

 

Estrutura de qualidade e ótimo serviço

 

Experiências in e out
Arraial d’Ajuda tem aquele charme de vilarejo de praia com comércio local, praça com igreja jesuíta (de 1549) e lojinhas de souvenir. Básico. Mas há preciosidades como o bom italiano Egadi, a cafeteria Café da Santa e até uma cervejaria local que leva o nome da cidade, todas experiências que contaremos em outro post. O que vale é não se deixar levar pela ideia de que Arraial é só uma passagem entre o desembarque em Porto Seguro e a badalação de Trancoso. Arrisque-se a conhecer e, talvez, se encantar.
Dentro do hotel, a experiência é pedir um drink ou uma garrafa de champagne e desfrutar da vista espetacular da piscina do terraço superior (há outra, menor, no deck inferior). Ali, do alto da falésia, se observa toda a orla da praia de Pitinga, bem em frente, e a vizinhança. O Maitei também conta com um pequeno SPA, que resolve bem “as dores e o cansaço” de um dia na praia.

 

Hotel Maitei recebeu o prêmio Johansens em novembro

Do lado de fora, há muita coisa para fazer. O pacote de experiências do Maitei – que o hóspede determina no momento da reserva – conta com passeios de bike e quadriciclo, canoagem pelos rios da região, stand up às cinco da manhã para ver o sol nascer, mergulho de garrafa e até avistamento de baleias jubarte – o que acontece até o mês de outubro. Érika Sanches, a proprietária, pode ainda oferecer um plus: cavalgada. Exímia montadora, a anfitriã pode ceder um de seus dois cavalos particulares para hóspedes que saibam montar. E, sem dúvida, os passeios à cavalo pela orla do mar são algo único e inesquecível.
Ao final, pode-se escolher dias de agitação ou de pura preguiça quando se hospeda no Maitei. O que não é opção é se negar a desfrutar do prazer que é estar em um hotel tão charmoso e acolhedor. www.maitei.com.br

 

 

 

Veja mais