Trip

Suíte nas alturas

Conheça o 3100 Kulm Hotel Gornergrat, um mix de observatório astronômico e abrigo de montanhistas com a vista mais espetacular dos Alpes Suíços.

por Fabiano Mazzei 3 Mai 2019 08:00

Hotel de montanha na Suíça e o que vem na cabeça: lodges aconchegantes, lareira acesa, aqueles tapetes felpudos na sala e, claro, uma adega caprichada de vinhos. Certo? Nem sempre. Ao lado de  Zermatt – um dos destinos de esqui mais procurados da Europa -, um hotel oferece outros tipos de atrativos para seduzir os hóspedes: localização privilegiada a 3.100m de altura, estrutura absolutamente inusitada e a melhor vista da montanha que é símbolo daquele país: a Matterhorn, ou “chifre-mãe”. Conheça o 3.100 Kulm Hotel Gornergrat.

 

 

O hotel original foi construído em 1896, dois anos depois do fim da construção da ferrovia que leva as pessoas ao topo da montanha. A viagem, aliás, dura 40 minutos a partir da estação central de Zermatt. A ideia de seus fundadores era abrigar montanhistas e esquiadores, mas como o número de turistas comuns crescera demais, o hotel precisou ser ampliado em 1907.
Além de sua localização privilegiadíssima, com ampla visão dos Alpes – são 29 montanhas ao redor! -, o  ar rarefeito e limpo é perfeito para a observação astronômica. Por conta disso, foi decidido que o hotel receberia dois telescópios, que foram instalados no topo de suas duas torres nos anos 1990.

 

Uma das torres do observatório astronômico instalado no hotel

 

POR DENTRO
O hóspede encontrará 22 quartos, restaurante e uma pequena galeria de lojas. As habitações são divididas em três categorias diferentes: Double Room Matterhorn, Double Room Monte Rosa e Junior Suite, todas com decoração bem minimalista, sem frescuras. Nas portas, o número do quarto se refere a altitude da montanha que o batiza. Destaque para a forração de paredes e outros móveis feitos com um tipo de madeira de Areola, o pinheiro native dos Alpes.

 

A Suíte Júnior do Kulm Hotel Gornergrat: sem frescura, mas muito confortável

 

Mas se por dentro a simplicidade na decoração é a tônica, olhar através das janelas dos quartos para o exterior é o grande espetáculo. As vistas dos quartos do Kulm Hotel Gornergrat são de tirar o fôlego! Os quartos miram ou para a  Matterhorn ou rumo ao maciço Monte Rosa, formado por dois imensos picos: o Nordend e o Dufourspitze. Este último é o mais alto dos Alpes, com 4.634m de altura e que adquire tons de rosa no final de tarde. Espetacular!

 

 

CERVEJA OU CHOCOLATE QUENTE?
A temporada de inverno vai de dezembro a abril. No auge, em janeiro, prepare-se para temperaturas na casa dos -20o.C, mesmo em dias ensolarados. E, como estamos falando de um hotel a 3.100m de altura, o vento é de congelar.
Devidamente agasalhado, o visitante ou hóspede que estiver no terraço do Gornergrat tem duas opções: pedir uma bebida quente, como o clássico ‘hot chocolat’, ou encarar uma cerveja local e na temperatura ambiente (gelada, portanto).
Posso dizer que optei pela segunda proposta: cerveja e uma mesa na varanda. E não me arrependo: beber uma gelada a mais de 3.000m acima do mar e diante de um “oceano” de montanhas imponentes tem um sabor todo especial.

 

Cervejinha no terraço, na companhia de pássaros. E tem essa vista aí…

 

EXPERIÊNCIA
Estar no Kulm Hotel Gornergrat é uma vivência realmente única. O charme minimalista do seu interior contrasta com o espetáculo grandioso da natureza do lado de fora da porta. E se você esquia, desça a montanha de volta a Zermatt praticando o esporte. É o hábito local, aliás. Na saída da estação do trem tem um “parking” para os esquis e fica lotado! Há a opção também de um trekking pela neve até o pé da montanha, com aqueles calçados que tem uma espécie de raquete de tênis colada na sola. Divertido, mas exige certa preparação física.

 

Lotado! O parking dos esquis, na saída da estação de trem

 

No mais, curta o visual do terraço outdoor do hotel. Cerca de 100m acima dele, um mirante, bem no topo do Gornergrat dá uma visão panorâmica em 360o. de toda a região dos Alpes. É incrível! Estar tão próximo de tantas montanhas elevadas e congeladas “logo ali” nos coloca em uma perspectiva de relevância diferente diante do planeta. Ficamos pequenos e boquiabertos ante a tamanha grandiosidade. Eis aí uma experiência que poucos hoteis no mundo podem oferecer. www.gornergrat-kulm.ch

 

 

Fabiano Mazzei

Jornalista especializado na cobertura do mercado de luxo mundial, ele é também consultor de comunicação para empresas e gestor digital da plataforma Carbono Uomo.

Veja mais