Motor

Explorer híbrida

Clássica SUV da Ford ganha versão com potência elétrica combinada, em sintonia com as novas tendências do mercado. Entenda melhor.

22 Jan 2019 15:41

Ela está nas ruas desde 1990 e logo se tornou a SUV mais vendida dos EUA. Sim, a Ford Explorer (que, inclusive, foi o carro oficial do filme Jurassic Park – Parque dos Dinossauros, de 1993) continua não apenas viva, mas em sintonia com as novas demandas do mercado. O modelo 2020 do carro foi apresentado este mês no Salão de Detroit, com mudanças no design, nos motores, nas tecnologias e duas novas versões: ST e Hybrid.
De uma maneira geral, a linha Explorer (nas versões Standard, XLT, Limited, Limited Hybrid, ST e Platinum) ganhou potência – com motores3.0 V6 EcoBoost de 370 cv ou 405 cv (no modelo ST), o 2.3 EcoBoost de 304 cv e o 3.3 híbrido com potência combinada de 322 cv -, uma nova transmissão de 10 velocidades, central multimídia SYNC 3 com tela de 8 polegadas e conexão Wi-Fi para até 10 dispositivos com o serviço de assinatura FordPass Connect, que permite travar, destravar, localizar, dar partida e checar dados do veículo remotamente pelo smartphone. A capacidade off-road do novo Explorer também aumentou, com a opção de tração inteligente nas quatro rodas e sistema de gerenciamento de terreno com sete modos de direção. 

 

Ford Explorer ST 3.0 EcoBoost® 400cv

 

Novo híbrido
Na versão Hybrid, o motor de 3.3L tem potência combinada de 322cv e 800km de autonomia, com câmbio de 10 velocidades e tração traseira. Diferentemente de outros híbridos, sua bateria de íons de lítio refrigerada por líquido é montada no chassi, sob os bancos da segunda fila, para preservar o espaço de passageiros e bagagem. Produzido em edição limitada, o novo híbrido vem com cancelamento ativo de ruído, bancos de couro microperfurados com costura constrastante, bancos da segunda fila aquecidos e sistema de som premium B&O com 14 alto-falantes.

 

 

A cabine do novo Ford Explorer 2020

 

Design moderno
Chama a atenção no novo Explorer a linha de teto mais inclinada e a frente mais curta reforçam a esportividade e elegância. As rodas de alumínio são de 18 ou 21 polegadas. Bancos, volante, painel e apoios de braço revestidos em couro, assim como o teto solar duplo, são opcionais.
A cabine traz tela sensível ao toque de 10,1 polegadas no console, carregamento sem fio para celular, quatro portas USB, tomadas tipo C para dispositivos móveis de próxima geração, tomadas de 12 volts e uma de 110 volts. O painel de instrumentos digital de 12,3 polegadas, opcional, tem gráficos 3D animados que mudam com os sete modos de direção selecionados.

 

Com capacidade para sete passageiros, o novo modelo chega à 230 km/h de velocidade final

 

Assistência
Entre as novas tecnologias de assistência, o Explorer 2020 oferece o estacionamento automático de segunda geração, exclusivo na categoria, que manobra o veículo ao toque de um botão, piloto automático adaptativo inteligente com sistema de reconhecimento de sinais de trânsito, com câmeras que leem as placas e ajustam a velocidade automaticamente, e assistência de frenagem de ré com radar e sensores ultrassônicos.
O SUV vem de série com o Ford Co-Piloto 360, conjunto que inclui: alerta de colisão com frenagem automática de emergência e detecção de pedestres; sensor de ponto cego com alerta de tráfego cruzado; sistema de manutenção na faixa; câmera de ré e farol com acendimento e luz alta automáticos.
Os novos modelos do Ford Explorer 2020 devem chegar ao mercado americano ainda neste semestre. O acesso aos consumidores mundiais deve acontecer até o final deste ano. www.ford.com.br

 

 

Veja mais