Motor

Conheça o novo Audi Black Edition Q3

Novo modelo vem para encarar rivais de peso no segmento SUV do Brasil.

26 Abr 2018 12:43

Por Rodrigo Mora

Dois lançamentos da Audi apresentados nesta terça-feira (24) evidenciam o atual compasso de renovação da fabricante alemã. Um deles é o A4 Limited Edition, e o outro atende por Q3 Black Edition.

O A4 faz parte da nova geração de plataformas modulares da marca, no seu caso a MLB. Mais leve e resistente, pode ser a base de distintos modelos por conta de sua configuração variável. Se é invisível aos olhos de quem não é um engenheiro da Audi, basta dar uma espiada no interior: mais minimalista, mais amplo e com o painel digital Virtual Cockpit, que permite uma miríade de configurações e visualizações – dá pra diminuir ou aumentar o tamanho do conta-giros e do velocímetro, por exemplo.

No Q3, o habitáculo dá sinais de cansaço. Afinal, estamos falando de um carro de 2011, produzido sobre a base da quinta geração do VW Golf, hoje na sétima. Os instrumentos são analógicos, com um discreto computador de bordo ao centro. Quando partir para a nova plataforma – que acaba de estrear no Brasil com o VW Tiguan –, a lógica é que o Q3 fique mais leve e espaçoso. Mas isso ficará só para 2019, garantem executivos da montadora.

Dos 16 modelos da Audi vendidos atualmente no Brasil, ele é um dos poucos – ao lado de A1, A6, A7 e A8, os três últimos em nova geração lá fora e já confirmados para o Salão de São Paulo, em novembro – que ainda representam um passado distante da marca.

Às series especiais. O A4 parte da versão Ambiente, que custa R$ 193.990. Na versão Limited Edition ganha kit esportivo S Line, acabamento exterior em preto brilhante, rodas aro 18, spoiler traseiro, faróis full led e teto solar elétrico. Segundo a Audi, um A4 Ambiente com tais itens custaria R$ 222.990, mas nessa configuração especial sai por R$ 210.990. No caso do A4 Avant Limited Edition, o preço sobe de 198.990 para R$ 217.990, já que o teto solar da perua é panorâmico.

O motor é sempre o 2.0 turbo de 190 cv, que entrega desempenho acima das expectativas para um sedã médio.

Quanto ao Q3, parte-se igualmente da configuração Ambiente, de R$ 167.990, para chegar à Black Edition. Seus diferenciais são kit esportivo S Line, acabamento exterior em preto brilhante, rodas aro 18, teto solar elétrico, abertura elétrica do porta-malas, pacote de luz interior em LED, volante multifuncional com paddle-shifts e sistema de som Bose. Conta final: R$ 184.990.

Aqui o propulsor é o 1.4 turbo, de 150 cv, garantidor de um desempenho não arrepiante, mas de certo convincente.

Apesar da idade, ninguém questiona a qualidade do Q3. Mas será o bastante para enfrentar Jaguar E-Pace, BMW X2 e Volvo XC40, os mais recentes (e modernos) players do segmento de SUVs compactos de luxo?

Veja mais