Moda

Zegna paradigma

Com desfile em um antigo depósito entulho em Milão, maison italiana mostra o seu novo discurso: uma moda mais consciente, com o reuso de sobras de matéria-prima na confecção dos tecidos.

16 Jun 2019 22:55

Forte apelo urbano, roupas práticas e mensagem sobre a responsabilidade da indústria da moda para a preservação do planeta. O desfile de Ermenegildo Zegna Summer 2020, ocorrido no último dia 14, em Milão, pode ser considerado um marco na história da moda masculina mundial. Isso porque Alessandro Sartori, o diretor artístico da marca, fez da sua visão de uma moda com responsabilidade um alerta para que o setor passe a buscar alternativas em sua cadeia de produção para criar coleções definitivamente sustentáveis, assumindo a sua responsabilidade perante o planeta.

 

 

A apresentação, batizada de #UseTheExisting, levou para a passarela roupas feitas com tecidos reciclados como a lã Achill, produzida com restos de material produzido na fazenda da marca na cidade de Achill, na Austrália (veja mais aqui). Há muita tecnologia envolvida no desenvolvimento fabril e o resultado são tecidos estruturados, porém leves, com cortes ainda mais precisos.
Sartori também ajustou a tradição de modelagem da marca ao ritmo da vida moderna, que exige praticidade e conforto. Blusas mais justas com casacos volumosos, calças slim ou largas, blazers de três botões ou jaquetas com bolso 3D. Cortes de alfaiataria combinados com modelagens mais esportivas, expandindo as possibilidades do uso das peças no dia-a-dia.

 

 

Para complementar todo este novo discurso, o desfile da coleção foi realizado em um antigo depósito de entulho da cidade de Milão. Restaurado, o espaço agora funciona como um centro cultural e de saúde. Muito próximo da mensagem de transformação que a marca passa a propor.
“É nosso dever como cidadãos deste mundo viver com responsabilidade. E eu quero fazer isso usando a criatividade que eu tenho à minha disposição”, disse Sartori após o desfile. “Isso vai desde os tecidos que fazemos, a técnica de alfaiataria e a maneira como apresentamos isso às pessoas. Está tudo conectado e convergindo para a mesma ideia: de que podemos criar a partir do reuso e da reinvenção do que já existe”, completou.
Confira abaixo looks que mais se destacaram na passarela. E assista ao vídeo oficial do desfile clicando aqui.
www,zegna.com

 

 

 

Veja mais