Gastronomia

Marina da Glória ganha novo restaurante

Joca Mesquita inaugura o Bota Cucina Italiana

26 Fev 2018 10:34

A Marina da Glória acaba de receber o Bota, primeiro restaurante do chef Joca Mesquita como sócio. Há dez anos trabalhando como consultor de restaurantes e bares na conceituada Aguce Gastronomia, o chef foi buscar inspiração na culinária italiana mediterrânea, mas também não abriu mão dos produtos sazonais brasileiros. Ao passearmos pelo cardápio, são claros os princípios que regem sua cozinha: agricultura familiar, sazonalidade, alimentos orgânicos, artesanal e slow food. Ninguém menos que Danio Braga assina a carta de vinhos da casa, marcando seu retorno à cidade maravilhosa.

Os pratos trazem receitas que combinam legumes da estação, frutos do mar, frutas, especiarias, entre outros ingredientes que fazem a diferença no paladar. Apesar do forte sotaque italiano, os ingredientes brasileiros se destacam, a exemplo das “panc”, fubá, paçoca feita na casa, pé de moleque, café coado e outros sabores pouco explorados nas cozinhas cariocas.

A casa tem capacidade para 160 pessoas e traduz o verdadeiro estilo de vida à beira mar, com um deck que se debruça sobre a Marina. Destaque para o principal píer do cais, conhecido como Píer Nobre, que passa a ser exclusivo para os clientes aportarem suas lanchas e pedirem o delivery al mare pelo telefone ou descerem para curtir o clima do restaurante. Na parte interior do Bota, mesas redondas são ideias para reunir os amigos ou família. E para quem busca privacidade e atendimento exclusivo, uma sala do chef foi criada para comportar até 24 pessoas. A adega também é um charme à parte, onde o cliente pode circular e escolher entre os mais de 170 rótulos de vinho, junto ao sommelier.

A maioria das massas é feita artesanalmente na casa, com exceção das opções importadas de grano duro. No Bota, a mistura entre cozinhas é fundamental. O clássico italiano Fagottini alla coda di bue é recheado com rabada, fonduta de meia cura e azeite de agrião. Uma das apostas do chef é o Risotto Bota. Preparado com generosos camarões, legumes grelhados, e cebola crocante, ele ainda usa cogumelos da Fazenda Velha e embutidos artesanais de diferentes produtores regionais. “A minha ideia é valorizar sempre esse trabalho sensível que o produtor tem com o alimento, e o respeito em sua produção”, conta o chef. Tanto é verdade que no site da casa será possível visualizar um mapa com todos os fornecedores e conhecer melhor sobre cada um deles, a fim de aproximar os clientes dessa realidade tão saborosa.

Aos sábados, uma paeleira é instalada na varanda para o chef cozinhar na frente do cliente receitas de paellas, massas e arrozes, previstos para mudar a cada mês.

Com todas essas características únicas, o Bota promete ser o point desse e dos próximos verões, além de incluir uma agenda de eventos para movimentar e levar cariocas e turistas a desfrutarem de uma das baías mais lindas do mundo.

Veja mais