Arte

A lenda das ondas

Surfista pioneiro é tema de documentário que destaca a rixa no mar entre paulistas e cariocas.

6 Dez 2018 12:19

Um dos mais importantes nomes do surfe nacional, o santista Picuruta Salazar, tem sua história contada no documentário A Lenda do Gato, dirigido por Alex Miranda, que entrou em circuito nacional neste mês. O filme narra a trajetória de Picuruta – o maior recordista mundial de vitórias em campeonatos de surf, com169 títulos sendo 10 vezes Campeão Brasileiro Profissional e três vezes Vice-campeão Mundial – por meio de entrevistas com surfistas, atores e personalidades do esporte.

 

 

Filho de caminhoneiro, Picuruta Salazar é retratado como um precursor do chamado Brazilian Storm atual, tendo os jovens Gabriel Medina e Adriano Mineirinho como as principais estrelas do País no circuito mundial de surf.
O documentário é um dos mais completos do cinema em imagens de arquivo em vídeo e foto, levando ao espectador a história do surf brasileiro sob a ótica de um grupo de pioneiros paulistas, que desde sempre tinha um objetivo na vida: aproveitá-la.

 

Picuruta foi precursor da chamada “Brazilian storm” atual

 

A trajetória do surfista é retratada desde os tempos do quebra-mar, no Emissário Submarino, em Santos, até as viagens que fez para competir no Havaí e África do Sul, sempre surfando ao lado de outras lendas do esporte, como Rico Souza e Tom Carrol. Destaque da narrativa era a rivalidade forte que existia entre os surfistas de São Paulo e os vizinhos cariocas, tidos como os melhores do Brasil entre os anos 1970 e 1980.

 

 

O diretor Alex Miranda é dono de uma linguagem cinematográfica moderna, fluida e dinâmica. Tem em sua carreira de mais de 15 anos, cerca de 500 filmes publicitários, mais de 150 videoclipes e sete documentários de longa metragem. O documentário A Lenda do Gato estreou em novembro em circuito de cinemas de arte do País e deve ganhar a tv aberta em janeiro de 2019.

 

 

 

 

Veja mais