Trip

Portugal é ‘giro’!

As paisagens, sabores e história de Lisboa, Algarve, Alentejo e Sintra. Foi muito legal – ou ‘giro”, como dizem.

23 Nov 2018 18:37

Por Fernanda Nascimento

 

A expressão portuguesa “giro!” define bem o que é o cool de um lugar, um destino. E é bom você ir se acostumando com a gíria local porque Portugal nunca foi tão interessante como agora, seja para morar definitivamente, seja para relaxar. E se a sua opção for esta segunda, o país é um prato cheio. Seja pelos seus ótimos vinhos, pelas praias banhadas pelo mar azul da Península Ibérica, pela gastronomia riquíssima em sabores ou por sua arquitetura tão típica, com aqueles casarios revestidos de azulejos multicoloridos, o fato é que o destino se  transformou-se em um dos mais badalados da Europa. À convite do grupo Minor, dono da bandeira Tivoli Hotels, Carbono Uomo foi até lá descobrir por quê tanto frisson.

 

Rooftop do Tivoli Liberdade

 

 

A proposta era um tour para conferir as novidades dos hoteis da marca. Desembarcamos, então, na Avenida Liberdade, uma das mais exclusivas vias da fervilhante capital Lisboa. Ali,  num edifício da década de 1930, foi inaugurado o primeiro Tivoli, há 85 anos. Ainda funcionando no mesmo endereço, o hotel com 285 quartos passou por uma extensa renovação em 2017, de 15 milhões de euros, e não para de se reinventar – sem perder o charme nem a excelência. Um novo SPA Anantara foi inaugurado no ano passado e, em novembro de 2018, o hotel anunciou a chegada à capital portuguesa da primeira filial do bar e restaurante SEEN, franquia do original que faz tanto sucesso em São Paulo, no Tivoli Mofarrej.  O novo hotspot lisboeta segue a tendência dos rooftops que são uma coqueluche na cidade. A novidade vem fazer companhia à Choperia Liberdade, dentro do hotel, que é bem avaliada por seu menu de peixes e mariscos.

 

 

 

Lisboa tem se notabilizado por ser uma capital européia da arte de rua. O Tivoli Liberdade sabe bem explorar isso e coloca à disposição dos seus hóspedes um tuk tuk, um pitoresco veículo à motor que nos leva para conhecer os murais e obras de arte urbana que têm se multiplicado pela cidade nos últimos anos antes de subir até o Castelo de São Jorge, cartão postal da cidade, para ver a cidade do alto. Artistas como Bordalo II deixaram sua marca por paredes em toda Lisboa – entre elas na Lx Factory, um complexo com lojinhas, bares e restaurantes que ocupa o espaço de uma antiga fábrica.

 

 

Tivoli Carvoeiro. E a vista, que tal?

 

Outras joias
Seguimos nossa viagem para o Algarve, um dos destinos favoritos dos portugueses no verão. É lá que fica o Tivoli Carvoeiro Algarve Resort, construído à beira-mar e bem no meio das falésias. O visual é de tirar o fôlego, sobretudo da piscina outdoor. Em uma caminhada guiada, é possível também se explorar à pé os 11 quilômetros do percurso dos Sete Vales, que segue pelo alto do morro até as praias vizinhas, de Vale Centianes à Praia da Marinha. O fim de tarde pode ser desfrutado da varanda do quarto, com vista para as águas azuis que banham a região, ou do novo Sky Bar, à beira dos penhascos – e algo me diz que este será o programa preferido dos turistas na próxima temporada de calor. Mas nos dias mais frios, o melhor programa é perder-se nos vinhos e nas tapas numa degustação pelas quintas encontradas nos arredores da Vila de Carvoeiro.

 

 

 

O pequeno país tem uma diversidade de paisagens impressionante. Ao chegar a Évora, no Alentejo, um clima bucólico invade a paisagem, cortada por oliveiras, sobreiros e azinheiras. A cortiça, também típica da região, é usada na decoração de cada cantinho do novíssimo Tivoli Évora Ecoresort, inaugurado em junho deste ano. O hotel, com 56 suítes, é tão acolhedor quanto sofisticado. Destaque para as vistas ‘a perder de vista’ das quintas e vinícolas alentejanas e para a qualidade das instalações, tudo de muito bom gosto. O menu de experiências inclui desde passeio de balão à observação das estrelas em Alqueva. Já a gastronomia sobra em tipicidade e sabor. Tudo isso a 1h de carro de Lisboa, o que torna este lugar um refúgio para quem quer tirar alguns breves dias de descanso.

 

 

Velha conhecida do turismo português, a pequena e montanhosa Sintra é parada indispensável. Por lá, o Tivoli apresenta o seu estonteante Palácio de Seteais, construído no século 18, com apenas 30 quartos e aquele visual e atmosfera que nos leva a uma viagem no tempo. Desde o ano passado, os hóspedes ainda podem provar as terapias sensoriais do Anantara SPA.

 

Suntuosidade e história na joia do Tivoli em Sintra

 

Portanto, se alguém perguntar por quê Portugal entrou para o hall dos melhores destinos do mundo (e levou o World Travel Awards de top do ano exatamente por isso), a resposta é simples: charme, sofisticação e cultura na medida certa. E para desfrutar como se deve desta valiosa trilogia, o melhor é contar com o parceiro certo de viagem – e hospedagem. www.tivolihotels.com

 

 

Veja mais