Trip

Resorts para quem gosta de ondas espetaculares

Do Havaí às Maldivas, os melhores hotéis para quem vai fazer uma surf trip

16 Ago 2016 12:51
Ilustração por Rodrigo Terra

Se há um luxo que todo surfista gosta de se dar é uma viagem com amigos, pelo menos uma vez por ano, em busca de ondas perfeitas. E, de preferência, hospedado em bons hotéis – porque depois de remar horas e estar com seus músculos inchados, nada melhor do que massagem, sauna, piscina, cerveja e uma boa cama. Convidamos a repórter portuguesa Sara Sans Pinto, especialista em escrever sobre o esporte nas melhores publicações do mundo, para indicar os dez melhores resorts que reúnem ondas espetaculares e comodidade.

Havaí
De frente para a praia, o Turtle Bay Resort é o único hotel no North Shore da ilha de Oahu, no arquipélago havaiano. Qualquer surfista, desde o mais amador ao mais experiente, encontrará uma onda feita à sua medida, além de outros encantos que só esse pedaço do mundo tem para oferecer. O Turtle Bay está localizado a apenas dez minutos de carro de Pipeline, considerada por muitos a rainha de todas as ondas, e onde todos os anos se encerra o circuito mundial e a quase uma hora da vibrante cidade de Honolulu.
turtlebayresort.com

Costa Rica
Instalado em frente à Playa Negra, uma direita tubular com canal para chegar ao outside, o hotel de 17 bangalôs, que leva o nome do spot, é um oásis de serenidade. A melhor época para surfar essa onda vai de dezembro a abril, mas é possível ir a pé a vários outros picos, alguns deles com fundo de coral, ou de carro até Tamarindo, outro famoso local do país. Também dá para requisitar na surf shop ao lado do hotel transporte de barco até Witch’s Rock e Ollie’s Point, ou dirigir rumo a Avellanas, também conhecida como Little Hawaii.
playanegra.com

Peru
Um hotel que possui um gerente-geral que pega onda não é comum, mas é o caso de Miguel Vegas, à frente do Chicama Boutique Hotel & Spa, na costa central do Peru. Conhecedor das condições do mar local, ele está disponível para responder a qualquer dúvida relacionada ao surfe. Perto do hotel existem boas ondas durante todo o ano, mas a melhor temporada vai de março a outubro, período em que, graças ao vento terral, as linhas de Chicama e Pacasmayo, longas e rápidas, exibem-se em todo o seu esplendor.
chicamasurf.com

Chile
Com vista para o mar e apenas 12 quartos, o Hotel Alaia oferece em seu restaurante pratos frescos e simples com o melhor que existe na região. O lugar está fincado em cima de Punta de Lobos, uma das maiores e melhores esquerdas do Chile, sede, ano passado, da primeira etapa do circuito mundial de ondas grandes. A localização privilegiada oferece, ainda, excelentes opções para surfistas menos experientes, como a seção El Diamante, um fundo de areia e, um pouquinho mais afastado, El Mirador.
hotelalaia.com

Portugal
É no Praia D’El Rey Marriott Golf & Beach, cinco estrelas localizado no município de Óbidos, a pouco mais de uma hora de carro de Lisboa, que os surfistas mais bem pagos do tour ficam acomodados durante a etapa portuguesa. O hotel, localizado em uma área de 220 hectares sobre as falésias, está bem ao lado da Península de Peniche, um destino ideal para qualquer amante desse esporte, desde que não se incomode com a água fria. E, depois de horas de surfe, nada melhor do que frutos do mar e peixe fresco a preços honestos, encontrados a cada esquina.
praia-del-rey.com

Panamá
Com o certificado de excelência em 2015 do site TripAdvisor, o Red Frog Bungalows fica em uma das praias mais bonitas do país. Idealizado pelo proprietário e surfista Scott Balogh, já acolheu atletas de elite, como Brett Simpson e Julian Wilson. Para quem procura variedade, é o lugar ideal, uma vez que existem mais de dez ondas a menos de 20 minutos de distância do hotel. Algumas delas são para surfistas mais experientes, como no caso de Dumpers, uma esquerda pesada parecida com as encontradas na Indonésia, e Bluff Beach, que, quando está grande, pode ser perigosa.
redfrogbungalows.com

Brasil
A pousada Picinguaba, em Ubatuba, com apenas dez quartos, está localizada em uma pequena vila de pescadores da tranquila baía do Parque Natural da Mata Atlântica. À sua volta existem vários picos para surfistas de todos os níveis, como Praia Brava do Camburi, Praia da Fazenda, Prumirim e Itamambuca, berço de Wiggolly Dantas, um dos surfistas brasileiros que disputam o circuito mundial. Os aposentos têm uma vista privilegiada para o mar, e os hóspedes podem ainda relaxar em piscinas climatizadas e saunas, ou optar por uma massagem.
picinguaba.com

Maldivas
Mark Occhilupo, Tom Curren, Tom Carroll e Taylor Knox são apenas alguns dos grandes nomes do surfe mundial que já marcaram presença no Four Seasons Resort em Kuda Huraa, nas Maldivas. A apenas alguns minutos de barco de Sultans, uma direita consistente e tubular, e de Honky’s, uma esquerda que brilha entre fevereiro e abril, o lugar recebe todos os anos um campeonato de surfe em que apenas ícones competem. Para surfistas com menos experiência, existem ondas mais fáceis, além da possibilidade de fazer aulas de surfe particular.
fourseasons.com/maldives

Indonésia
À beira do Oceano Índico e em cima de um precipício, o Hotel Istana é considerado um dos mais luxuosos de Bali. Tem apenas cinco villas, que misturam arquitetura moderna com detalhes da tradição local. Uma coleção impressionante de obras de arte primitiva está espalhada por toda a propriedade. A uns metros abaixo se encontra a famosa Suluban Beach, que dá acesso à onda mundialmente famosa de Uluwatu. Além disso, ao longo dessa costa quebram os conceituados picos de Padang Padang, Bingin, Impossibles, Dreamland e Balangan.
theistana.com

Fiji
No coração do Pacífico Sul, o Tavarua Island Resort, nas ilhas Fiji, começou como um remoto camping. Atualmente, tem 16 bangalôs e fará as delícias de qualquer surfista, independentemente da experiência, já que fica próximo de sete ondas únicas, incluindo Cloudbreak e Restaurants – palco de etapas do WSL. Entre os serviços que oferece, há barcos com guias que sabem, sempre, onde estão as melhores ondas. Além de surfe, é possível pescar, fazer mergulho livre ou stand up paddle, jogar tênis, andar de skate ou caiaque. Depois, basta relaxar no spa, com vários tratamentos.
tavarua.com

Texto originalmente publicado na revista Carbono Uomo n° 1

Veja mais