Trip

Guia de um artista para Paris

Quais os lugares frequentados pelo Monet dos tempos modernos?

por Athena Advisers 23 Jan 2018 12:23

Ouvimos do artista contemporâneo Athier Mousawi sobre sua vida de artista em Paris, mas quais lugares o Monet dos tempos modernos frequenta? Athier compartilha seu livro-preto sujo de tinta sobre seus locais favoritos que inspiram arte e os lugares escondidos onde os criativos vão para se conectar. Considere este o melhor guia local de um artista de Paris.

As Melhores Galerias de Paris
“O artista Kader Attia abriu recentemente um local polivalente muito bacana chamado La Colonie, no 10º arrondissement, perto da Gard du Nord. Ele é um artista norte-africano que ganhou o prestigiado prêmio francês Marcel Duchamp em 2016, o que foi um grande feito. É um espaço muito legal e dinâmico que está abrindo o diálogo sobre a fragmentação social e racial que existe em Paris. Eu adoro explorar as galerias no Marais. É uma das melhores coisas de se morar ali. Tente ir em uma noite quando há uma vernissage e você pode de ir de galeria em galeria e absorver o cenário. Minhas favoritas são a Almine Reich, Thaddeus Ropca, Galerie Perrotin e a Galerie Frank Elbaz”.

Galerie Almine Reich – Exibe grandes nomes, como James Turrel, em um apartamento duplex minimalista no Marais.
64 Rue de Turenne, Marais 75003

Thaddaeus Ropac – Espere fabulosas exposições de arte contemporânea na galeria parisiense do austríaco Thaddaeus Ropac, um dos galeristas mais bem sucedidos do mundo.
7 Rue Debelleyme, Marais 75003

Perrotin Galerie – Combinando arte japonesa peculiar e os grandes nomes da França, esta galeria chique é uma forte candidata a ser a mais quente da cidade

Frank Elbaz Galerie – Uma das primeiras galerias influentes, aberta há mais de uma década no Marais, esta joia contemporânea é especializada em influenciadores franceses e americanos, bem como em redescobrir grandes nomes do passado.
66 Rue de Turenne, 75003

La Colonie – Parte restaurante, parte espaço de arte, esta galeria hibrida fornece uma plataforma para o diálogo e a interação entre artistas africanos e franceses.
128 rue La Fayette, 75010

Os Melhores Museus de Paris
“Se eu fosse comprar um imóvel em Paris, eu gostaria de comprar um apartamento no 5º arrondissement, perto do Jardins des Plantes. Eu adoro o fato de você estar cercada por este enorme conservatório e por um museu de geologia e mineralogia – dá a sensação de antiguidade, como o Museu de História Natural de Londres. Mesmo que você não entre, ele emana um ar calmante para se absorver. Também adoro o Museu de Pronlie, os Jardins de Rodin, os Jardins de Monet e o Atelier Brancusi. Seu antigo estúdio é em frente à loja DIY e a entrada é grátis, então, eu geralmente passo por lá para me inspirar”.

Jardin des Plantes– Jardim fabuloso, originalmente plantado para ser o jardim de ervas medicinais de Luís XIII que levava ao Museu de História Natural e ao Jardim Botânico de Paris.
Place Valhubert & 36 rue Geoffroy-St-Hilaire

Musée Rodin – Um dos locais favoritos de Rodin, foi lá que ele escolheu colocar suas esculturas, que você agora pode encontrar espalhadas pelos 3 hectares de jardim.
79 Rue de Varenne, 75007

Monet Gardens – Você terá que viajar 50 milhas para fora de Paris para testemunhar o esplendor natural que inspirou muitas obras de Monet, mas a aventura vale a pena.

Atelier Brancusi – Considerado uma obra de arte por si só, Brancusi usou o estúdio para explorar a relação entre o espaço e as suas esculturas.
Place Georges Pompidou, 75004

Os Locais, Cafés e Bares Artísticos Mais Bacanas:
Comptoir Générale– Filas podem se formar em torno deste local descolado, simples e chique situado em um estábulo de 600 metros quadrados atrás do canal de St. Martin. Os brunches africano-franceses nos fins de semana são legendários.
80 Quai de Jemmapes, 75010

Cité des Arts – Recebendo mais de 1.000 artistas internacionais por ano nos 325 estúdios situados nas margens do Sena, no 4º arrondissement, este é o local para criações interculturais.
18 Rue de l’Hôtel de ville, 75004

Le Bellevilloise – Instalado no local onde se encontrava a primeira associação de trabalhadores da cidade, este bar, restaurante, boate e galeria polivalente oferece noites de cinema, djs descolados e brunch de domingo com sessões de jazz.
19-21 Rue Boyer, 75020

Le Perchoir – Este vasto terraço oferece uma vista de 360 graus de Paris. Chegue antes do pôr do sol ou depois do jantar para garantir um lugar.
14 Rue Crespin du Gast, 75011

Fragments – Com ares de estúdio de arte, a torrada de abacate e as tarte tatins estão entre os destaques deste aconchegante café especializado.
76 Rue des Tournelles, 75003

Le Caféotheque – Coordenado pela ex-embaixadora da Guatemala, Gloria foi uma das primeiras pessoas (e ainda a melhor) a ensinar os parisienses sobre a arte do café orgânico de origem única de todo o mundo.
52 Rue de l’Hôtel de ville, 75004

Le Barat – Este belo bar de vinhos é um ótimo local para se descobrir novos vinhos. Parte loja, parte bar – diga aos funcionários quanto você quer gastar e eles escolherão para você a melhor garrafa para você desfrutar ao lado, durante o jantar.

Clown Bar – Já não é mais um segredo, mas há muitas razões pelas quais este bar continua a ser um dos locais mais descolados da cidade desde sua inauguração, em outubro de 2016.
114 Rue Amelot, 75011 Paris

The Broken Arm – Uma mistura de loja de moda e café neste espaço descolado e iluminado no badalado Marais.
12, rue Perrée, 75003

The Beans on Fire – Um forte candidato a melhor café da cidade, espere funcionários simpáticos e um ótimo menu de café da manhã.
7 Rue du Général Blaise

Leia essa e outras reportagens da Athena Advisers clicando aqui.

Athena Advisers

Investimento, propriedades e lifestyle. A Athena Advisers é uma consultoria boutique especializada em propriedades high-end em Lisboa, Barcelona, Côte d’Azur, Alpes, Paris e Londres. A agência foi uma das primeiras a fincar bandeira na capital portuguesa prevendo o boom imobiliário que faz da cidade o novo eldorado do real estate internacional.