Trip

Dá para comprar day-use no Fasano Rio?

Após polêmica com influenciadores digitais, fomos conferir a opção no hotel carioca

por Shoichi Iwashita 3 Jul 2017 09:51

Ela está fechada no momento para uma reforma e só reabre em setembro para as comemorações do aniversário de dez anos da abertura do hotel (os quartos também começam a passar por atualizações necessárias começando pela tecnologia; aguarde mais informações em breve :-). E desde 2007 o hotel Fasano Rio tem a piscina-com-vista mais cobiçada não só do Rio de Janeiro, mas uma das mais do mundo (o Emiliano Rio, inaugurado no fim de 2016, bem que poderia conquistar o posto — também com uma bela piscina no topo do hotel, com vista para o Pão de Açúcar e borda infinita; mas em Copacabana infelizmente não tem pôr do sol…).

No entanto, diferentemente de outros hotéis no Rio, o Fasano — assim como o Emiliano — não oferece o serviço de day-use, que é a prática de se pagar um valor para se usar a estrutura de piscina ou praia de um hotel (e que sempre é uma ótima oportunidade de se conhecer mais de um hotel numa mesma viagem sem precisar fazer check-in-check-out ). E os únicos não-hóspedes com acesso ao terraço são os portadores do cartão de crédito Mastercard Black, que podem, através do serviço de concierge do próprio cartão, fazer uma reserva para duas pessoas para assistir, do bar, o pôr do sol (ainda assim, mediante disponibilidade). Ou seja, nem eles podem usar a piscina do hotel, restrita aos hóspedes. Só em casos muito especiais — e na baixa temporada, quando o hotel está mais vazio — pode haver exceções. Por exemplo, no caso de um viajante estrangeiro hospedado sozinho no hotel, com um amigo na cidade e que gostaria de companhia para aproveitar a piscina (aí, é só ele conversar com o gerente).

BONS HOTÉIS QUE OFERECEM DAY-USE DE PISCINA NO RIO DE JANEIRO
Mas outros bons hotéis cariocas oferecem o serviço. No Copacabana Palace, pelo valor de R$ 850 por dia para um casal (ou uma anuidade de R$ 18 mil também para duas pessoas), você pode aproveitar a mítica piscina do Copa e toda a estrutura de lazer do hotel (academia, sauna, quadra de tênis, serviço de praia), além de ter direito a um almoço no Pérgula (que está funcionando apenas na varanda, pois o salão está fechado para reforma e só reabre em agosto de 2017, quando também ficam novamente disponíveis os gazebos).

Para uma experiência modernista — pense numa piscina de mármore branco desenhada por Oscar Niemeyer com vista para a praia de São Conrado e a sereia de bronze de Alfredo Ceschiatti e jardins suspensos de Burle Marx; foto acima — o hotel Nacional em São Conrado também oferece a possibilidade de day-use. Pagando 30% da melhor tarifa do dia, você tem acesso não só à piscina, à academia, ao espaço de relaxamento do spa, mas também a um quarto, disponível das 10h às 17h (dá até para tirar um cochilo na cama depois da feijoada de sábado, que custa R$ 98 por pessoa).

Shoichi Iwashita

Compulsivo por informação, pesquisador contumaz, apaixonado por livros, jornais e revistas, e colecionador de moleskines com anotações de viagens e restaurantes, o resultado que almeja são textos-em-contexto sobre experiências, de forma que o leitor, de posse delas, aproveite só o melhor de cada lugar; em Nova York, Tóquio, Paris ou São Paulo.