Trip

Casa Clube abre em Trancoso

Um dos sócios da casa, Marco Assub fala sobre o conceito por trás do novo bar

por Artur Tavares 24 Nov 2016 10:05

O distrito de Trancoso, na cidade baiana de Porto Seguro, ganhará um novo hotspot a partir do mês de dezembro. Chamado de Casa Clube Trancoso, o empreendimento é uma ideia das empresárias Paola Vigorito e Anna Paula Provedel, o empreendedor Marco Assub e o DJ Fernando Figueiredo.

Misto de bar e balada, o Casa Clube fica na Praia do Rio Verde, e abrirá diariamente na alta temporada, funcionará no Carnaval e continuará aberto durante todo ano de 2017. À Carbono, Marco Assub contou apaixonadamente porque decidiu abrir este novo empreendimento.

“Trancoso é daqueles lugares do mundo em que a gente vai uma vez, explora, vive aquela vidinha pacata por alguns dias e algo muda dentro de você. Um click dispara e de repente você se apaixona pelo vilarejo. Isso acontece com várias pessoas e não foi diferente comigo. A primeira vez em que estive neste paraíso baiano, ia passar apenas 5 dias descansando, fiquei 30. Logo na segunda semana já conhecia boa parte das pessoas, tomava café da manhã na padaria, descia pra praia… a noite bebia uma cervejinha com os nativos. Isso foi no final dos anos 1990. Aqueles 30 dias em Trancoso me fizeram repensar bastante sobre a vida que gostaria de ter. Quando voltei para São Paulo, imediatamente pedi demissão do meu burocrático e promissor estágio em um grande banco e fui atuar no marketing em empresas com as quais me identificava realmente.

De lá para cá foram inúmeras idas e vindas, muitos verões e ótimas histórias. À frente do marketing de uma outra empresa, patrocinamos por bons sete anos os corajosos empreendedores que desbravavam uma cena descolada, simples e chic que se desenhou na Trancoso dos anos 2000. Lugares icônicos como o Pára Raio, da Claudinha Pizzimenti, o Tostex, da dupla Paola Vigorito e Anna Provedel, e a turma da festa do Taípe, Luiz Eurico Klotz e Kaco Duarte, no reveillón mais astral que se podia imaginar. Gente que também sentiu aquele “click” um dia, se apaixonou por Trancoso e ajudou a desenvolver a efervescência desse hotspot de verão.

Trancoso hoje é um destino internacional, frequentado por jetsetters do mundo todo… Beyoncé, Kate Moss, Naomi Campbell e outros já estiverem alí. A vocação de Trancoso para o turismo de luxo é inegável e isso tem muitos pontos positivos. Investimentos enormes, empreendimentos maravilhosos como o Teatro L’occitane e empregos gerados, para citar alguns. Com toda a agitação vem uma natural desconfiguração de alguns parâmetros que fazem o lugar ser especial. Acontece.

Na temporada de verão o lugar se agita com muitas festas bacanas e os restaurantes e bares de praia se tornam objeto de desejo de todo tipo de gente. E isso tudo também poderia ser bem legal! Mas o que temos visto nos últimos anos foram preços abusivos, cobranças de consumação mínima que chegam a 400 reais, por pessoa, para se sentar em uma espreguiçadeira na praia, gente guerrilhando para ver quem pede mais champagne que vem pegando fogo, mulheres atolando seus saltos agulha no chão de grama e terra do Quadrado. E que fique claro, nada contra o champagne (muito pelo contrário!), nada contra o salto agulha… mas quando usados da forma certa, no lugar certo ficam melhores. O grande charme do balneário ao sul da Bahia é a simplicidade, quanto mais a vontade, melhor! Ainda dá tempo de perceber que em Trancoso luxo é ser feliz, luxo é ser autêntico, luxo é ser simples! Viva Trancoso!”

Artur Tavares

Sob o signo de câncer, nasceu de oito meses. Desde este infortúnio, mostrou-se impaciente. Soube aproveitar esta peculiaridade e transformá-la em curiosidade. Odeia rejeitar convites para restaurantes, está sempre com um livro e adora passar os finais de semana em meio à natureza, com suas companhias favoritas e o melhor da música eletrônica.