Motor

Uber lança carros autônomos em São Francisco

Modelo que dirige sem motorista é um Volvo XC90

14 Dez 2016 10:04

Nos últimos meses, carros da Uber que dirigem sem a necessidade de motorista já estão andam pelas ruas de San Francisco em período de testes, prevendo o inevitável momento em que eles finalmente aceitariam passageiros na mesma cidade em que a startup foi lançada há mais de sete anos. Esse momento finalmente chegou. A partir de hoje, qualquer pessoa em San Francisco que solicite um UberX poderia encontrar-se no banco de trás de Volvo XC90 com interior de couro.

A Uber assinou um acordo com a Volvo em agosto, que levaria à aquisição de 100 veículos até o final do ano, com o objetivo de equipá-los com o hardware autônomo da companhia. Os carros são construídos na arquitetura de produto escalável de Volvo, a mesma plataforma de seus carros de S90 e V90.

A parceria é importante, já que nas últimas semanas surgiram relatos de que tanto a Apple quanto o Google estão reorganizando seus programas de direção autônoma para se concentrarem em software ao invés de fabricação de veículos. Ambas as empresas de tecnologia encontraram obstáculos ao tentar construir seus próprios carros, como falta tanto a experiência e o conhecimento da cadeia de abastecimento para produzir em massa um veículo de qualquer tipo. A colaboração da Uber com a Volvo poderia dar uma vantagem sobre seus concorrentes, analisa o noticiário norte-americano The Verge.

Comparado ao Ford Fusion que Uber está usando em Pittsburgh, a tecnologia de auto-condução do XC90 é mais aerodinâmica e integrada no veículo. Há somente sete câmeras, contra 22 do Fusion. Sensores de radar são instalados atrás do para-choque dianteiro. Mas a tecnologia usada ainda não é totalmente discreta: o carro tem o sensor giratório LIDAR empoleirado no seu teto, a fim de fornecer uma varredura a laser de 360 graus do ambiente.

Veja mais