Motor

Tecnologias de automação viram realidade em veículos

Assistente de frenagem, night vision, piloto automático e controle de aceleração são só alguns dos sistemas disponíveis hoje em carros

22 Jul 2016 12:27
Hoje, veículos detectam automaticamente movimentos nos arredores

Nesta semana, o site Carscoops mostrou imagens do novo Audi A8, que será lançado só no ano que vem. O artigo revela que o novo modelo apresentará algumas funções autônomas, entre elas estacionar sem a presença do motorista dentro do veículo, que controlará a ação através de um aplicativo em seu smartphone.

Não só isso, o veículo tem um sistema de “vigia” de seu motorista. Uma câmera monitora o condutor e, caso seja necessário, toma o comando, levando ambos até o acostamento – uma automação ótima para quem faz longas viagens e corre o risco de cair no sono durante o percurso. A autonomia é tanta que parece coisa tirada do blockbuster Eu, Robô.

Enquanto o luxuoso sedã não faz seu debut, e enquanto a Audi não dá detalhes oficiais do carro, listamos aqui outros veículos com funções autônomas que estão ao nosso alcance:

Head Up Display

Uma das tecnologias que vêm conquistando adeptos e presença em um maior número de veículos. O sistema projeta no para-brisa do veículo informações como velocidade e até mesmo dados de GPS. A tecnologia, que foi desenvolvida para garantir maior agilidade aos pilotos dos aviões de caça durante suas missões, chegou ao Brasil em 2004 com a BMW Série 5, mostrando ao condutor a velocidade em que estava e o consumo de combustível.

Hoje encontra-se mais avançada, e em alguns carros realiza até a leitura das placas de velocidade. Por aqui, o Head Up Display pode ser encontrado em veículos como XC90 Inscription, BMW 750i, Audi Q7, A4 e Toyota Prius.

Park Assist/Pilot, Park Assistance ou Active Park

Quem é que não se lembra do comercial da Volkswagen no qual a Tiguan assumia o controle na hora de estacionar? Afinal, a propaganda foi responsável por tornar o sistema o item de desejo dos motoristas em 2010, quando apresentou ao país o sistema de auxílio de estacionamento até então indisponível. Na época, o sistema encontrava vagas paralelas ao veículo, que deveriam ter pouco mais de 40 cm além do comprimento do SUV, para realizar a baliza.

Atualmente ele está disponível em veículos como Range Rover Evoque, Audi A3, Q3, BMW com o ConnectedDrive, Chevrolet Cruze – no modelo 2017, Ford Fusion, Ford Focus – este, o primeiro veículo abaixo de R$ 100 mil a possuir o assistente – Passat, Golf, Jeep Renegade e Volvo para citar alguns dos mais conhecidos. Nos Estados Unidos em breve alguns carros farão a procura por vagas antecipadamente e até mesmo o pagamento do estacionamento público nas ruas.

ACC, City Safety, PBA e ESS

Também chamado de sistema de frenagem automática de segurança, ele é provavelmente o avanço tecnológico mais importante nessa lista. O sistema é capaz de frear ou parar completamente o carro caso haja risco de colisão. O City Safety – tecnologia desenvolvida e presente nos veículos Volvo – é capaz de parar completamente se a velocidade for de até 30 km/h. Seus sensores detectam a velocidade do veículo à frente e caso o tempo para que ocorra o contato seja equivalente a 1.5 segundos os freios são acionados até a sua parada.

Em 2013 a Volvo apresentou a evolução da tecnologia com sensores capazes de detectar pedestres, ciclistas e em alguns casos animais maiores. Já o ACC, ou Active Cruiser Control, é o mais avançado dessa categoria, por utilizar um radar na dianteira. Além de frear e parar completamente o veículo, ainda acelera e reduz a velocidade para que o veículo mantenha sempre a mesma distância em relação aos carros à frente. Por aqui ele é encontrado no Ford Focus Titanium e Fusion, Jaguar Xe e F-Pace, Porsche Panamera, Volvo XC90 Inscription, Volkswagen Golf- como opcional e Touareg.

Outras opções de frenagem de segurança são o Panic Brake Assist (PBA) e o Emergency Stop Signal(ESS). O primeiro aparece nos veículos Jeep Renegade e Grand Cherokee. Ele funciona identificando se o motorista pisou no freio com intuito de evitar uma situação de risco e aumenta a pressão nos freios. No caso do ESS, quando o freio é acionado com força, as luzes traseiras são acionadas de forma intermitente alertando sobre a redução de velocidade. Este sistema de alerta aparece em veículos como Gol, HR-V, Up e Uno.

Lane Assist ou Lane Keeping

Tecnologia conhecida de alerta de mudança de faixa através do enrijecimento, trepidação do volante ou alerta sonoro que indica para o motorista a necessidade de atenção. Pode ser encontrada no Audi A6, Chevrolet Cruze e S10, Ford Fusion e Focus, Jaguar XE e F-Pace, Mercedes-Benz S, Mitsubishi Outlander, Lexus LS, Range Rover, Volkswagen Touareg, Volvo V40 e XC90. Os modelos luxuosos chegam a realizar a correção autônoma do giro do volante mantendo o veículo dentro da faixa. O mais próximo da direção autônoma até o momento.

Night Vision

A tecnologia mais recente a chegar por aqui ainda não é decisiva na hora da compra de um veículo, mas dará muita segurança para guiar após o anoitecer. Dependendo do modelo do veículo, pode tratar-se de uma câmera que captura imagens em alta definição de obstáculos que estejam entre 15 e 90 metros de distância, emitindo um aviso sonoro e acendendo uma luz vermelha alertando o condutor. Ou, há a possibilidade de ser uma câmera de infravermelho, que detecta o calor e transforma em imagem para o condutor. A visão noturna aparece na Mercedes-Benz S, BMW série 7, Audi RS6, RS7, A7 e Q7.

Além desses itens que já estão presentes em diferentes marcas de veículos, temos algumas mais específicas à determinadas montadoras. É caso do detector de fadiga, que já foi apresentado pela Ford e Volkswagen, ou o sistema automático de leitura de terreno, trazido pela Jaguar e Land Rover.