Moda

Merino abre as portas em São Paulo

Novo serviço de alfaiataria customizada é capitaneado por Alexandre Won e Leandro Vieira

por Artur Tavares 14 Dez 2017 13:57

Os atentos clientes de alfaiataria brasileiros ganham uma nova alternativa com a abertura da Merino, em São Paulo. O serviço, instalado na Rua Normandia, é criação do advogado e empresário Leandro Vieira em parceria com o estilista Alexandre Won. Com fábrica própria, tecidos italianos e variedades incontáveis em tecidos e modelagens, a Merino passa a oferecer um serviço sob medida ágil, que entrega o costume ao cliente em até 30 dias após a consulta inicial.

A ideia da Merino surge quando Vieira e Won iniciaram uma fábrica para pequenos alfaiates, que não tinham condição de cortar ternos para seus clientes em manufatura própria. A demanda aumentou e o conceito evoluiu: “Acreditei que se tivéssemos uma equipe de consultores na rua, profissionalizando esse tipo de serviço, conseguiríamos entregar um ótimo resultado como fabricantes, com qualidade, preço e prazo. O brasileiro sempre gostou do tailor-made, mas até então o mercado só oferecia esse tipo de produto com preços muito discrepantes, por isso a ideia de criar a Merino Alfaiataria Customizada, que oferece qualidade à preços convidativos”, explica Leandro.

Quem deseja um costume da Merino não precisa ir até a loja no bairro Moema. Consultores da marca podem visitar os clientes em lugares pré-agendados. Vieira explica esta e outras qualidades do seu serviço: “Os diferenciais são a qualidade, preço e prazo, além do atendimento exclusivo e personalizado dos nossos consultores. Eles se deslocam até o cliente ou, caso prefira, o recebemos em nosso Guide Shop. Nós temos alguns canais de agendamentos atualmente, nosso site, telefone ou pelas redes sociais.” A partir do agendamento, o serviço funciona da seguinte maneira: “No primeiro encontro, é apresentado ao cliente toda nossa variedade de tecidos e modelos de camisaria, calças, blazers, ternos, e até smoking para ocasiões de gala. Além das opções de alfaiataria customizada, a Merino ainda oferece gravatas, sapatos sociais e casuais, a pronta entrega. Em 20 dias um segundo encontro é marcado para realização de uma prova e pequenos ajustes. Após essa data, em 10 dias, o cliente recebe seu produto exclusivo e finalizado.”

Olhando para o gosto dos brasileiros, e também as principais tendências de moda mundiais, “a Merino trabalha com todos os tecidos disponíveis no mercado. Desde linho, passando pelo jeans, sarja e até mesmo o super 180 italiano”, explica o sócio. “Não temos limites, a tendência quem dita é o nosso cliente. Não restringimos nenhum tipo de produção, o objetivo é construir peças atemporais, e ao absoluto gosto do nosso cliente. Sempre, com o direcionamento da marca, alinhado à moda global, nosso cliente vai estar sempre atualizado, em qualquer lugar do mundo, isso tudo com a ajuda dos nossos consultores treinados e capacitados a ajudá-los em suas escolhas.”

Falando sobre a variedade oferecida pela Merino, Vieira conclui: “Trabalhamos com tecidos tecnológicos, ecológicos, mesclas, e apresentamos ao cliente aquilo que acreditamos ser a opção certa para ele. Com relação a modelagem, apresentamos os diferentes tipos de lapela, em V ou de bico, gola xale, diferentes quantidades de botões no fechamento, um, dois, ou mesmo o jaquetão com 4 botões, variedade e quantidade de bolsos e ticket pockets, caseados com cores inusitadas, até 50 combinações de forros diferentes. O principal destaque é sempre a personalização com custo-benefício.”

Para conhecer o trabalho da Merino e agendar uma consulta, clique aqui.

Artur Tavares

Sob o signo de câncer, nasceu de oito meses. Desde este infortúnio, mostrou-se impaciente. Soube aproveitar esta peculiaridade e transformá-la em curiosidade. Odeia rejeitar convites para restaurantes, está sempre com um livro e adora passar os finais de semana em meio à natureza, com suas companhias favoritas e o melhor da música eletrônica.