Moda

Como reconhecer um bom barbeiro

Com o grooming na moda, como escolher um bom profissional para cuidar da sua barba?

6 Jun 2016 11:56
Clinton Street Barber Shop, NY; 11/03/2014

O cabeleireiro ou barbeiro, estes profissionais tão importantes que, muitas vezes, acabam sendo mesmo um terapeuta tal a intimidade que criam com os clientes. E até o homem já vem desenvolvendo, há algum tempo, essa proximidade com o seu cabeleireiro e/ou barbeiro.

E para conquistar o público masculino de vez, Daniel Mattos, gestor de comunicação e marketing da Red Salon Homem, dá 10 dicas de como se deve agir para atender, cada vez melhor, esse camarada tão fiel, principalmente quando curte o local, o serviço prestado e principalmente quem corta o seu cabelo e faz a sua barba. O homem dificilmente muda sua rotina a não ser por um motivo muito forte.

Vamos então aos conselhos de Mattos:
1 – Seja didático na abordagem para agregar outros serviços e lembre-se: o homem está começando a conhecer os serviços e produtos disponíveis. Ele precisa saber qual produto será usado, como será feito o serviço e o efeito que promoverá no seu visual.
2 – É bem legal criar vocabulários específicos para eles, tais como:
“Homem não faz sobrancelha, ele limpa as sobrancelhas!”
“Homem não é vaidoso, ele cuida do visual.”
“Homem não depila, ele tira o excesso de pelos.”
3 – Não use palavras que remetam ao público feminino.
Exemplo disso é dizer que uma pomada vai deixar o cabelo com brilho ou brilhante. Nesse caso, o cliente certamente pensará que o seu cabelo vai ficar com o efeito de glitter. Prefira “luminosidade” ou “com mais vida”.
4 – Na presença de mulheres, nunca ofereça serviços além de corte e barba.
5 – Nunca venda produtos e serviços que não serão necessários para o cliente.
6 – O profissional deve alertá-lo que, para o corte seguir no mesmo padrão até a próxima vinda ao salão, ele deve usar uma boa pomada finalizadora e sugerir qual o tipo de pomada é indicada para aquele corte.
7 – Se o cara chegou ao salão e pega uma revista para ler, não o perturbe. Entretanto, na hora da finalização, mostre a pomada que será usada, qual a ação promoverá e explique como ele deve utilizá-la.
8 – Nunca fique conversando com o profissional da estação ao lado enquanto estiver atendendo. Isso acarreta perda da concentração no cliente e consequentemente o profissional não terá a oportunidade de indicar produtos que certamente seriam eficazes. Perde o cliente, que não teve essa consultoria tão importante e perde o cabeleireiro que deixou de vender seus produtos.
9 – Fale sempre das promoções do salão. Homem também gosta da palavra desconto, mas, para ele, soa como economia.
10 – Pare de achar que homens só cortam cabelo, pois assim você perderá a chance de agregar outros serviços e produtos. Homem também consome beleza, mas cabe ao profissional dizer o que está disponível.