Lifestyle

O sorriso que mudou o surfe

Produtor brasileiro de vídeos, Gabriel Novis revolucionou como se documenta o esporte

por Gabriel Bordin 14 Set 2016 10:17

Existem diferentes tipos de heranças: genética, alimentar, cultural, esportiva. Também existe aquela que surge bem depois do nascimento, quando a criança começa a fuçar nos instrumentos de trabalho dos pais. O produtor audiovisual Gabriel Novis começou assim, mexendo sem conhecimento nas câmeras antigas que seu pai, fotógrafo de surfe, tinha guardadas em casa. Desde então a curiosidade se tornou hobby, ou hobby-profissão, que gerou um legado para gerações de videomakers, que não param de encontrar inspiração nesse rapaz de 24 anos.

Em 2016, Novis lançou o documentário Sorria, que foi considerado por muitos uma revolução na forma de se produzir um vídeo sobre surfe. A ideia do vídeo é mostrar para as pessoas como é importante rir e levar a vida de uma forma mais descontraída, mesmo dentro d’água, enfrentando ondas gigantes. “O Sorria foi uma tentativa de manter a cabeça erguida em um ano bem maluco. Toda a informação que vinha era uma desgraça. Eu não podia ligar a TV ou ver a internet. Só havia notícia ruim. Isso me fez buscar por um escape, que foi o filme”, conta.

Gravado durante um ano e meio, o documentário passou por picos clássicos do surfe mundial, como Havaí, México, Indonésia e Califórnia. Entre os surfistas que participaram da gravação estão grandes nomes do cenário mundial, como Filipe Toledo, Caio Ibeli, Yago Dora e Jesse Mendes. “O casting foi composto por surfistas que eu admiro muito e me dou bem. Quando propus a ideia, todos abraçaram”, diz o cineasta.

Mesmo com todos os elogios recebidos, o Sorria foi mais um trabalho que Novis não se sentiu satisfeito. Deve ser mal de criador, que sempre acha que pode melhorar sua obra, mesmo ela sendo um masterpiece. O produtor conta que é quase impossível olhar para um trabalho e ficar satisfeito com o resultado: “eu nunca gosto de nada que produzo. Durante, eu até acho que está bacana, mas depois, quando acabo e olho, eu sempre odeio.”

Assim como os diretores Joe G, Wes Anderson e Sebastien Zanella inspiraram Novis, ele espera causar o mesmo efeito nas gerações futuras. “Acho bem bacana ter o meu trabalho reconhecido mundo afora. Às vezes, acho que não mereço esse crédito, mas se a galera gosta, acho que tem que ser assim. Espero poder inspirar novas gerações assim como eu fui inspirado, além de buscar sempre melhorar nas próximas produções”, explica o produtor.

E o futuro é promissor para a produção brasileira de vídeos sobre surfe. Isso porque Novis já está trabalhando na ideia de uma continuação do Sorria, mas ainda sem nome. “Estamos pensando em ideias, conversando com os atletas e escrevendo um roteiro. Será o Continue Sorrindo, ou Sorria de Novo, ou até mesmo Sorria Banguela. Falta só a captação de recursos para produzirmos. Espero que a repercussão dessa primeira parte ajude nessa tarefa”.
 
Para assistir Sorria, você deve comprar o filme na página oficial de Gabriel Novis no Vimeo, que você acessa clicando aqui. Confira um trailer abaixo.
 

 

Gabriel Bordin

Surfista de feriado e aficionado por motos. Jornalista porque acredita que é a melhor forma de se dissipar uma ideia e lifestyle. Guarda um amor incondicional por fotografia e produção de vídeos, acreditando que cada pequeno detalhe capturado é responsável pela composição do significado final de uma obra.

Veja mais