Gastronomia

Most Imaginative Bartender começa no Brasil

Concurso da Bombay Sapphire elege o coquetel mais inventivo do ano

5 Jul 2017 17:54

A Bombay Sapphire deu pontapé inicial ao seu concurso Most Imaginative Bartender na última segunda-feira, 3. A marca britânica de gim recebeu mais de 100 bartenders brasileiros em evento realizado na galeria Parahaus, além de convidados como o francês Remy Savage, vencedor do MIB 2014, e Ricardo Nava, mexicano que é embaixador da marca na América Latina.

A disputa tem como objetivo eleger o profissional mais criativo da coquetelaria da América Latina. Antes, uma etapa regional acontece em países da região. No ano passado, José Ronaldo, do Frank Bar venceu a etapa brasileira com o Viagem Sensorial, um drique feito com Bombay Sapphire infusionado em azeite de oliva, shrub de beterraba, vinagre de Jerez, tomate macerado, especiarias, uma solução de sal negro, e uma cebola roxa de guarnição – tudo isso servido em uma lata de azeite sobre um bloco de gelo translúcido.

Para Ricardo Nava, o coquetel criado por José Ronaldo – uma homenagem alcóolica ao vinagrete – representa o espírito que o Most Imaginative Bartender deseja alcançar nesta segunda edição brasileira: “Estamos vivendo um momento incrível, em que você pode experimentar fazer coquetéis com óleos, vegetais, diferentes tipos de açúcar ou até mesmo sais. Antigamente, você pensava que o sal era para a comida, e açúcar para os drinques. Já não é mais assim.”

O mexicano diz ainda: “Os bartenders devem saber fazer um clássico de maneira apropriado. Mas precisamos desenvolver novas experiências, incentivar os profissionais a aprender novas técnicas, combinações de sabores diferentes, como trabalhar com os mesmos ingredientes de maneiras distintas. Isso é parte do Most Imaginative Bartender.” Ele exemplifica com o exemplo do Gin & Juice, tendência no continente americano, ainda pouco explorada por aqui: “Você pode misturar Bombay Sapphire com suco de laranja, mas o que acontece se extair o suco de maneira diferente; cozinha a laranja para dar um sabor diferente; ou oferecer a bebida com as cascas? São técnicas que mudam o sabor do coquetel. Você pode usar um g&j diferente como base do seu drinque para a competição, e evoluir daí.”

Após o lançamento do concurso, os bartenders deverão enviar a receita com a qual desejam participar a um júri, que vai analisar as receitas de todos os concorrentes, levando os oito melhores para a final local, que vai acontecer em 04 de setembro, em São Paulo.

Os ganhadores de cada uma das 8 finais locais, competirão na final regional, que será realizada em novembro na Colômbia, onde o vencedor do MIB será nomeado. O ganhador visitará a destilaria de Laverstoke Mill e participará de uma imersão no processo de produção do gim, acompanhado de profissionais da marca Bombay Sapphire e ainda terá uma experiência em um dos bares de coquetéis mais importantes de Londres.

Veja mais