Gastronomia

Líquido e certo

Conheça o projeto Mavericks, da tradicional destilaria Glenfiddich

20 Jun 2017 13:04
Picture 072

Inovar é um ato de coragem, o primeiro passo em direção a um sonho. Com o objetivo de celebrar a ousadia de sair da zona de conforto, a Glenfiddich, o uísque single malt mais premiado do mundo, apresenta o conceito Mavericks, que reconhece o esforço e dedicação de pessoas que tiveram coragem de abandonar os caminhos que trilhavam em busca de novas metas. Esse reconhecimento não poderia vir de uma empresa mais qualificada no assunto. Os valores buscados em um Maverick estão enraizados na história da Glenfiddich desde a sua fundação, em 1887, quando o escocês William Grant resolveu abrir mão de sua carreira para, junto dos seus nove filhos, abrir a sua própria destilaria. Nascia, assim, a William Grant & Sons.

Sob esse espírito, a marca já reconheceu três brasileiros como Maverick. O primeiro a receber a honraria foi o produtor de cinema Marcos Tellechea, que consolidou sua carreira como co-produtor do premiado filme O Regresso. “Receber essa nomeação só me fez ver o quanto estou no caminho certo. Eu poderia ter ficado no Sul, com minha família, criando gado. Mas eu queria escrever outra história, em outro ramo e por isso vim para São Paulo”, diz Tellechea. O segundo escolhido foi o alfaiate João Camargo que aos 17 anos se apaixonou pela alfaiataria e após aperfeiçoar por anos seu dom, fundou a Camargo Alfaiataria, que veste clientes como Rodrigo Lombardi e Neymar. O mais recente membro do seleto grupo é Mario Romancini, empresário que largou o automobilismo – depois de competir pela Fórmula Renault, Fórmula 3 sul-americana, World Series e Fórmula Indy – para abrir o primeiro centro de golfe indoor da América Latina, o The Clubhouse.

Para o embaixador da Glenfiddich no Brasil, Christiano Protti, a relação entre os Mavericks e a destilaria é enorme, uma vez que a nomeação é dada àqueles que têm a mesma visão do fundador William Grant. “A Glenfiddich é uma destilaria familiar, independente e lembrada internacionalmente por seu espírito desbravador e inovador. Assim como a Glenfiddich, nossos Mavericks são pessoas que construíram seu caminho, escreveram suas regras, e com isso deixam um legado de sucesso”, diz Protti.

REVOLUÇÃO E ORGULHO
A história de empreendedorismo da William Grant & Sons revolucionou o mercado diversas vezes. Em 1963, a empresa se consolidou como a primeira marca a exportar single malt escocês. Na época, Sandy Gordon, bisneto de William Outro projeto que nasceu da sabedoria de Kinsman foi o Project XX, um blend utilizando 20 single malts aleatoriamente escolhidos pelos 20 embaixadores mundiais da marca, entre eles Protti. Cuidadosamente balanceada, a mistura quebrou regras e tradições na fabricação de um uísque. O resultado: uma bebida limitada e indescritível. Mais um símbolo de inovação que marca a história da Glenfiddich. Grant, viajou a Nova York para apresentar a bebida aos americanos. A novidade conquistou o público e abriu novas portas para a Glenfiddich conquistar o mundo.

Atualmente, mais de 180 países recebem o luxuoso rótulo de uísque. Já o espírito inovador fez com que a marca criasse variações da bebida nunca vistas. O Glenfiddich Snow Phoenix surgiu após uma drástica nevasca atingir, em 2010, o armazém escocês onde os uísques eram armazenados. Os barris ficaram expostos a temperaturas congelantes, mas Brian Kinsman, Malt Master da William Grant & Sons, viu ali uma oportunidade de algo diferente e inusitado. As poucas garrafas que nasceram do que parecia ser um desastre conquistaram o público com um sabor muito especial de maçãs assadas com mel e pedaços de chocolate, além de sopros de açúcar queimado e café.

Veja mais